Novas sobre E-commerce

Publicado: 10 de maio de 2008 em E-commerce
YAHOO
segundo tempo
Eagora? Com a desistência da Microsoft, o Yahoo está em uma situação delicada. Com as ações em queda, a pressão dos acionistas sobre o presidente-executivo, Jerry Yang, é cada vez maior. Ao que tudo indica, o Yahoo teria duas possibilidades para sair da crise: se unir ao Google, mesmo sabendo que isso significa travar uma batalha contra as autoridades regulatórias americanas antimonopólio, ou se fundir com a AOL. No entanto, de acordo com o jornal britânico The Times, esta última hipótese teria sido descartada, já que a Microsoft estaria negociando com a AOL uma eventual associação.

HISTÓRICO DIGITAL

A tecnologia vai permitir que trabalhadores comuns tenham maior controle sobre seus direitos trabalhistas. Desde 1o de maio, as novas carteiras de trabalho eletrônicas estão sendo distribuídas em São Paulo e no Rio de Janeiro. Os documentos possuem um código de barras que permite às empresas copiarem os dados da caderneta digitalmente. A carteira garante ainda que o trabalhador tenha acesso ao seu histórico profissional, consulte o saldo do FGTS e saque em caixa eletrônico seu seguro desemprego.

 

PRATELEIRA
MP5 MOVIIX – da GT. Toca músicas, roda filmes, permite a visualização de fotos, com funções de filmadora e câmera fotográfica de 2.0 megapixels. Por R$ 439
TOUGHDRIVE PINK – da Freecom. Disco rígido externo rosa, especial para mulheres, com capacidade de armazenamento de 160 GB ou 250 GB. Por R$ 488 e R$ 687

 

NOVA REDE DE INTERNETOs gigantes Sprint Nextel, Google, Intel, Time Warner, Comcast e Clearwire anunciaram a criação de uma rede em todo o território americano de serviços de telecomunicações, baseada na tecnologia WiMAX. O negócio foi estimado em US$ 17,7 bilhões. A expectativa é de que a rede, que será a nova geração da internet de alta velocidade para aparelhos móveis, esteja disponível em dois anos.

 

NOTEBOOK POPULAR

Se o governo não quer, tem quem queira. É o que pensa Hélio Rotenberg, presidente da Positivo Informática. Depois de ter vencido a licitação para produção de notebooks de baixo custo e de o governo tê-la cancelado, o executivo decidiu abrir a venda ao varejo. O Classmate agora se chama Mobo e carrega um outro processador. Com 1,1kg, tela LCD de sete polegadas e do tamanho de uma agenda, o laptop opera pelo sistema Microsoft Windows XP. O modelo para adultos estará nas lojas a partir de 23 de maio e a versão Kids começa a ser vendida em julho. Os portáteis custam R$ 999.

R$ 5,74
bilhões foi quanto o comércio eletrônico brasileiro movimentou no primeiro trimestre – crescimento de 29% em relação a 2007 –, de acordo com E-Consulting e Câmara-e.net

LEGO NA INTERNETDo tabuleiro para a internet. A Lego vai levar seus tradicionais tijolos de plástico para a rede. O Lego Universe será lançado no ano que vem em forma de um jogo online e permitirá aos usuários criarem versões digitais deles mesmos. A fabricante espera não ter o mesmo destino que o jogo The Sims, que será retirado do ar a partir de 1º de agosto. A popularidade do jogo de computador não garantiu a sobrevivência da versão online, por não oferecer todas as possibilidades do off-line.

 

POST-IT DA NOVA GERAÇÃOO tradicional bloquinho de notas amarelo ganhou um ar hi-tech. Cientistas do Instituto de Tecnologia de Massachussets (MIT) descobriram uma forma de transferir os dados contidos nos post-its ao computador. Trata-se de um sistema que acopla o bloquinho a uma base que irá enviar o conteúdo escrito com uma caneta especial para o computador ao qual está conectado.

 

DOMÍNIOS MILIONÁRIOSOs visionários estão sendo recompensados. Depois de o domínio pizza.com ter sido vendido por US$ 2,6 milhões, é a vez do America.com ir a leilão. A expectativa de avaliadores independentes é de que o preço alcance algo entre US$ 3,5 milhões e 7,3 milhões. America.com será leiloado por meio dos sites GreatDomains.com e Sedo.com de 22 a 29 de maio próximo.

RESPOSTA INSTANTÂNEA
Rodrigo Del Claro, da Crivo, desenvolvedora de software para análise de crédito e risco.O uso da tecnologia para análise de crédito teria evitado a crise do crédito imobiliário nos EUA?
O sistema teria alertado os EUA para uma possibilidade de risco futuro. Além disso, essa tecnologia poderia ter ajudado o país a fazer um filtro na concessão de crédito como uma forma de reduzir os reflexos da crise.De que forma o sistema pode contribuir para diminuir inadimplências em concessões de créditos?
Com a tecnologia, a empresa avalia crédito, risco e fraude no momento da entrada da proposta de forma rápida e instantânea, consultando diversos bureaux de informação e cruzando os dados. Empresa e consumidor são beneficiados. O primeiro porque vende com mais segurança e diminui o risco de inadimplência por falha de análise detalhada e o segundo porque não precisa esperar para ter seu crédito aprovado.

Quais são os principais usuários dessa tecnologia?
São bancos, financeiras, seguradoras e varejistas. Dentro desses setores, as áreas de crédito, risco e fraude são os principais usuários do sistema. O departamento de tecnologia também acaba sendo usuário porque é muito parceiro da área de negócios, que é a principal usuária de software.

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s