Quando na internet, faça como os internautas!

Apesar da internet possuir características de todas as outras mídias que a antecederam, como por exemplo o som do rádio, a imagem em movimento da TV, o texto e as figuras da mídia impressa, ela possui também características únicas que muitas vezes se transformam em armadilhas para profissionais desavisados.

Utilizar na internet estratégias de comunicação herdadas de outros meios apenas leva à frustração e desperdiça recursos preciosos que poderiam ser melhor empregados em outras alternativas.

Pense no banner por exemplo: ele não é nada mais do que uma simples analogia dos anúncios em uma revista ou em um jornal.

Qual o CTR médio de um banner? Algo entre 0,1% e 0,2% na melhor das hipóteses. Isso significa que, para conseguir 1 clique, o banner precisa ser exibido aproximadamente 1000 vezes. Observe que nada garante que depois desse clique o usuário vá efetivamente realizar a ação desejada, estamos considerando apenas o clique. Se considerássemos no cálculo o número de usuários que realmente tomam a ação desejada esse número cairia ainda mais.

Porque o link patrocinado funciona tão bem se comparado ao banner tradicional? Simplesmente porque ele é uma solução desenvolvida especificamente para a internet e não algo que foi copiado e adaptado de outra mídia.

O que dizer então de empresas essencialmente on-line como portais e sites de comércio eletrônico que teimam em usar estratégias off-line?

Como é que você ficou conhecendo o YouTube? Com certeza não foi através de uma propaganda no intervalo da novela das 8.

E o Google? Por acaso foi pelo anúncio de página dupla veiculado no jornal de domingo? Claro que não!

A internet é a mídia mais imediatista que existe e assim são seus usuários.

Observe a inquietação de um usuário se o seu e-mail demora mais de 1 minuto para chegar, ou então da paciência necessária para fazer um download mais demorado, como por exemplo de uma música ou um vídeo em alta-resolução.

A possibilidade de atuar em tempo real, sem limitação de distância geográfica, horário ou qualquer outro tipo de barreira condiciona as pessoas a interagirem imediatamente com tudo o que se apresenta.

Recebeu uma mensagem no messenger? A resposta segue no mesmo instante.

Aconteceu um fato relevante? A notícia sai na internet praticamente ao mesmo tempo e você compartilha com seus amigo via e-mail ou posta no seu blog no mesmo momento. (Sabia que os maiores portais publicam uma média de 40 novas notícias toda hora?)

Você já parou para pensar em qual é o maior problema do comércio eletrônico? Ele simplesmente não é capaz de proporcionar algo que só existe no mundo off-line: a gratificação imediata.

Quando você vai a uma loja e efetua uma compra você paga pelo produto e sai da loja carregando o produto: gratificação imediata.

Na internet isso não acontece, você compra o produto, paga por ele e só vai receber depois de algum tempo.

Percebe como o conceito do imediatismo pode trazer problemas?

O comércio eletrônico como conhecemos hoje é algo que foi copiado e adaptado do mundo real; não passa de uma metáfora de ir até a loja (site), pegar o produto (colocar na cesta), pagar por ele e sair da loja.

Não é a toa que tantos sites “fecham as portas” depois de algum tempo. São adaptações que não levam em conta particularidades como o imediatismo do mundo on-line.

Para o usuário não importa qual meio está sendo utilizado, o referencial continua sendo a internet.

Tendo isso em mente pense bem da próxima vez em que precisar sugerir para um cliente uma estratégia para divulgar um portal, site de comércio eletrônico ou qualquer outro tipo de produto onde acontece interação imediata.

Utilizar ou sugerir opções manjadas como panfletos, outdoors, rádio e TV com certeza é mais fácil, cômodo e possui uma aceitação maior por parte do seu cliente, mas isso não vai resolver o problema.

Um produto que tem como natureza a interação imediata precisa estar disponível ao usuário no mesmo momento em que ele toma consciência da sua existência, caso contrário vai passar em branco.

Quando na internet, faça como os internautas!

Boa sorte!

Crédito por matéria Retirada ao Site I-Masters

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s