Telefônica propõe abater em dobro horas sem serviço; entidades recusam

Publicado: 5 de julho de 2008 em E-commerce

da Folha Online

Atualizada às 19h50

A Telefônica ofereceu hoje às entidades de defesa do consumidor e ao Ministério Público abater da próxima fatura de seus clientes, em dobro, o tempo que o assinante de internet ficou sem o serviço. Com isso, cada conta teria o desconto de 72 horas, já que a Telefônica admite problemas na rede durante 36 horas. Para os clientes corporativos, os contatos serão feitos individualmente de acordo com os respectivos contratos.

As entidades, no entanto, não aprovaram a proposta. O Procon-SP a considerou tímida diante do problema. Uma pane no sistema da Telefônica derrubou a internet e chegou a afetar serviços de registro de boletins de ocorrência, por exemplo.

Maria Inês Dolci, diretora da Pro Teste, uma das entidades que participou da reunião, também recusou a idéia. “O dobro é muito pouco para compensar esse enorme transtorno do consumidor”, afirmou.

Dolci afirmou também que, independente de qualquer acordo para atender ao consumidor residencial, a empresa terá que analisar as queixas individuais. Há consumidores que tiveram prejuízos financeiros ou que não conseguiram ser atendidos nos locais públicos e, segundo ela, poderão recorrer à Justiça pedindo indenização.

Telefônica

Na reunião de hoje, o presidente da Telefônica, Antonio Carlos Valente, assegurou aos órgãos de defesa do consumidor que irá adotar “procedimentos alternativos” para a reparação dos prejuízos sofridos pelos usuários do serviço (assinantes) e pessoas físicas atingidas de forma indireta (perda do dia de trabalho, não pagamento de conta) pelo episódio.

Durante entrevista aos jornalistas, após a reunião com as entidades, Valente explicou que todos os clientes residenciais do Speedy, independente de terem sido afetados ou não, terão abatimento na cobrança. “É muito difícil saber o número de pessoas atingidas. A Telefônica não pode e não vai fazer a cobrança do período afetado”, garantiu.

A empresa informou que o problema ocorreu em uma das redes que servem os clientes corporativos, porém, como provedores de internet integram esse sistema, indiretamente os usuários residenciais também foram afetados.

Para os clientes residenciais, a Telefônica afirmou que irá criar uma mecanismo específico de atendimento das reclamações pelo call center, inclusive um canal de direcionamento para as demandas que chegarem aos órgãos de defesa do consumidor.

De acordo com o Procon, outras medidas, como recolhimento de valor a título de indenização coletiva destinada ao Fundo Estadual de Interesses Difusos, bem como investimentos em áreas sociais no Estado de São Paulo, estão em discussão.

O assunto voltará a ser discutido em reunião na próxima segunda-feira.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s