E-commerce :: No conforto de casa

Comércio eletrônico Vendas pela internet, que devem bater recordes neste fim de ano, oferecem boa oportunidade para negócios

Para alcançar mais consumidores e aumentar o faturamento das lojas, o comércio eletrônico é uma alternativa que deve alavancar as vendas de final de ano, mesmo com as ameaças da crise internacional. De acordo com o levantamento da empresa Ebit, consultoria especializada em comércio eletrônico, as vendas on-line em todo o País devem somar R$ 8,5 bilhões até o final deste ano, um aumento de 35% em relação a 2007.

Há cinco anos, o comerciante Marco Aurélio Calil, dono de uma loja de som e imagem em Ribeirão Preto, decidiu investir no comércio eletrônico para atrair clientes. Hoje, as vendas on-line representam 70% do movimento total do estabelecimento, enquanto a loja física responde por 30%. Segundo Calil, durante o mês de dezembro as vendas pela internet são ainda maiores.

“É um comércio que tem dado um resultado muito bom, pois as pessoas têm cada vez mais acesso à internet. Nesta época do ano a compra on-line também se destaca porque é mais prática e oferece conforto ao cliente.”

De acordo com Marcelo Garcia, diretor comercial da Jet, empresa de Ribeirão especializada em soluções para o comércio eletrônico, entre os principais atrativos do chamado e-comerce, estão, além do conforto e praticidade, as condições diferenciadas e preços menores.

“É uma compra rápida e prática, que quando realizada em um portal de qualidade, oferece melhores preços, condições de pagamento, entrega na data certa e segurança. Com o grande movimento do comércio para o Natal, a internet se torna uma ótima opção”, disse Garcia.

Na loja do comerciante Marco Calil, os preços da loja virtual e da loja física são os mesmos. A diferença é que, na internet, as opções de produtos são maiores. “A loja virtual é maior porque atende todo o Brasil e um número bem maior de clientes.”

Segundo o relatório da Ebit consultoria, sobre o comércio eletrônico no Brasil, até o final deste ano, serão 12 milhões de consumidores eletrônicos no País. A expectativa do setor é que, impulsionado pelo Natal, o valor de vendas no segundo semestre seja de R$ 4,7 bilhões. No primeiro semestre deste, ano foram vendidos R$ 3,8 bilhões em produtos pela internet.

Para Garcia, a crise internacional não deve afetar as vendas. “O que existe é muita especulação. Mesmo coma crise, as vendas serão maiores.”

Ribeirão faz teste de compras via mensagens de celular

Uma nova ferramenta de compra móvel foi lançada neste mês em Ribeirão Preto: a compra por envio de SMS do celular. A empresa responsável pelo método m-commerce, a Tagshop, vai fazer uma avaliação da nova forma de compra durante 15 dias na cidade. “Fizemos um lançamento piloto com o objetivo de analisar a reação dos consumidores. E Ribeirão foi escolhida porque é uma cidade com potencial econômico grande, mas que ainda mantém características do interior”, disse o diretor da Tagshop, Cláudio Nasajon. De acordo com o diretor, o envio de mensagem do celular, que não precisa estar conectado à internet, surge no Brasil como uma nova forma de compra com grande potencial de sucesso. “Essa ferramenta vai aproveitar o impulso de compra na hora que ele acontece. O potencial de negócios é muito grande, já que hoje temos cerca de 140 milhões de usuários de celular”, disse. Durante os 15 dias de teste, a empresa fechou um acordo com a livraria Paraler, e está comercializando via celular alguns exemplares de livros. Para fazer a compra pelo SMS, o consumidor tem de fazer seu cadastro de informações no site da Tagshop (www.tagshop.com.br). Depois do período de testes, a empresa fará o lançamento em todo o Brasil. (RS)

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s