Guia como fazer um bom SEO (Search Engine Optimization) para seu e-commerce

Publicado: 4 de dezembro de 2008 em Comércio Eletrônico (E-commerce)

O Básico para começar o Search Engine Optimization

Antes de tudo, o guia explica os princípios básicos da busca. Nesse caso, os resultados naturais e pagos e a diferença entre os dois. Além de outras coisas interessantes como: os esforços da otimização de sites afetam só os resultados orgânicos e todo o esforço, apesar de visar ao bom posicionamento do site, deve ser direcionado ao visitante também.

 

“Search engine optimization affects only organic search results, not paid or “sponsored” results, such as Google AdWords” – Google’s Search Engine Optimization Starter Guide

 

A seguir alguns dos destaques:

Crie títulos únicos e precisos!

Muito se fala, nos livros de SEO, sobre a importância da composição do <title>, título que compõe a barra de títulos do navegador. O guia explica onde a tag <title> deve ser colocada e que deve ser criado um título único para cada página, pois ele é importante por trazer informações valiosas sobre determinado negócio ou atuação. Esse título aparecerá depois no próprio resultado de busca, como uma espécie de anúncio, onde as palavras-chave buscadas estarão negritadas, para que o usuário encontre facilmente a extensão da sua busca.

Entre as boas práticas para “title tags” o guia destaca que deve haver:

  • Uma fiel descrição do conteúdo;
  • Títulos individuais por páginas; e
  • Títulos curtos e informativos.

Escrevi um artigo no SEM Brasil em maio desse ano sobre a importância de um bom título. Reforço que, apesar de simples e básico, é possível encontrar páginas na WEB com o conteúdo “Untitled Document” no title, ou seja, mal aproveitando este importante artefato de informação da página.

Faça uso da meta tag description

Outro artefato muito importante que ajuda a indexação por parte do Google. Sim! E muito! Essa meta tag fornece uma espécie de resumo sobre a página e aparecerá também no resultado de busca, um “snippet” que apresentará aquelas palavras-chave buscadas, negritadas, também. Caso não existam meta tags description, o Google poderá pegar uma parte do conteúdo. Entre as boas práticas para este item é fazer uma descrição para cada uma das páginas.

Segundo o guia, evite:

  • Descrição que não tenha relação com o conteúdo da página;
  • Usar descrição genérica; e
  • Encher a descrição com kw.

Melhore a estrutura das suas URLs

 

“Creating descriptive categories and filenames for the documents on your website can not only help 

you keep your site better organized, but it could also lead to better crawling of your documents by search engines” – Google’s Search Engine Optimization Starter Guide

Criar categorias e nomes que descrevam o conteúdo de determinado documento é uma boa prática de SEO. Certamente, em algums CMSs, não existe essa possibilidade. Falo daquelas URLs do tipo:

http://www.exemplo.com/23did4u5239847298374/id324234/cad.php

O Google recomenda que a URL tenha caráter amigável ao robô e com boa usabilidade também, afinal, o que é mais fácil lembrar: a URL acima, ou essa do exemplo a seguir?

http://www.exemplo.com/esporte/futebol

 

“Lastly, remember that the URL to a document is displayed as part of a search result in Google, below 

the document’s title and snippet” – Google’s Search Engine Optimization Starter Guide

A URL é parte do resultado de busca. Caso nela contenham palavras-chave buscadas pelo usuário, estas também serão negritadas!

Facilite a navegação

É possível notar que sites com uma boa estrutura de navegação são geralmente bem indexados. Isso não significa que só esse fator irá influenciar no resultado, mas ajuda. O Guia dá algumas dicas como:

  • Uma hierarquia que flua naturalmente. Ou seja: tornar a navegação o mais fácil possível para que o usuário possa ir do conteúdo mais genérico ao mais específico. Percebam que essa é uma necessidade do robô também;
  • Uso de texto para a navegação. Evitar menus em “drop-down”, imagens e animações, torna-se uma boa prática; e
  • Use a migalha de pão! Ajuda muito para mostrar ao usuário onde ele está e para onde pode ir!

Bons textos para Links

Textos como, “Clique Aqui”, “Saiba mais”, “Mais”, não agregam muito valor para a navegação e é melhor evitar quando possível. Um texto descritivo no “Anchor text” pode colaborar também para a relevância de determinada página.

 

“The anchor text you use for a link should provide at least a basic idea of what the page linked to is about” – Google’s Search Engine Optimization Starter Guide

 

Sendo assim, evite:

  • Texto Genérico;
  • Que não tenha relação com o conteúdo;
  • Texto âncora muito longo; e
  • Formatação igual ao conteúdo textual.

Erro 404:

Um item que não se fala muito em artigos e livros sobre SEO é o erro 404. Trata-se de uma mensagem retornada ao usuário, pelo servidor, quando determinada página não existe. O manual explana algumas informações sobre este ítem, como por exemplo:

  • Alguns usuários podem tentar se lembrar da URL e suprimir algum detalhe da URL, sendo assim, crie páginas 404 com boa usabilidade; e
  • Exclusão de páginas já removidas do site: Isso pode ser feito via Google Webmaster Tools.

O Google Webmaster Tools é uma das dicas mais pertinentes deste guia. Trata-se de uma ferramenta muito útil, disponibilizada pelo Google para análise e algum controle sobre a indexação de seu site. Além disso, possui um eficiente centro de mensagens que possibilita a comunicação com o Google. O Google Webmaster Tools traz também informações sobre páginas com erro, horário, dia em que ocorreu o erro e uma possibilidade de resolver o problema. Além disso, mostra também algumas estatísticas de rastreamento e como o bot olha para seu “site”.

Faça o Download do Guia

Entre esses itens que comentei acima existem outros no manual, muito relevantes e que devem ser considerados. Sendo assim, recomendo que faça o download do “Googles Search Engine Optimization Starter Guide” principalmente se você é novo em SEO ou está começando na área de SEM, pois é um guia oficial. Ele pode não conter o “pulo do gato”, mas explana o básico para começar.

Mais referências:

Google Webmaster Help Group

Google Webmaster Central Blog

Google Webmaster Help Center

Google Webmaster Guidelines

Google Analytics

Google Website Optimizer

Fonte: Imaster´s

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s