Fim de ano promissor na internet

Publicado: 16 de dezembro de 2008 em Comércio Eletrônico (E-commerce)
Tags:, ,

Por mais contraditório que possa parecer, um Natal em tempos de crise é promessa de crescimento para as vendas do comércio eletrônico. Isso não se deve a apenas um fator, mas a uma conjuntura que tem gerado expectativas bem positivas para os especialistas e executivos da área: aumento do acesso aos sites de compras em 2008, facilidade de usar a rede para comparar preços sem sair de casa e ainda grandes promoções oferecidas pelos sites.

De acordo com a 18ª edição da pesquisa Web Shoppers, desenvolvida pela Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (camara-e.net) em parceria com a consultoria e-bit, no primeiro semestre de 2008 o e-commerce cresceu acima dos 40%, faturando R$ 3,8 bilhões. Para o segundo semestre, a expectativa é que o consumo chegue à casa dos R$ 8,5 bilhões no ano. Nesse levantamento, entram todos os bens de consumo, exceto carros, pacotes de viagens e passagens aéreas. Segundo o diretor-executivo da camara-e.net, Gerson Rolim, a previsão é modesta, pois leva em consideração a possibilidade de um leve desaquecimento em virtude do ciclo de alta das taxas de juros promovida pelo Banco Central para controlar e reduzir a inflação.

“Se prestarmos atenção que nos Estados Unidos, onde há recessão, houve um crescimento de 25% nas compras em comércio físico após o Dia de Ação de Graças, podemos esperar do e-commerce no Brasil um salto maior do que o previsto.”

E no que depender do número de internautas acessando os sites de comércio eletrônico, o otimismo será concretizado. De acordo com dados do Ibope NetRatings, de outubro de 2007 até o mesmo período de 2008, houve aumento de 20% no segmento. No levantamento referente ao terceiro trimestre do ano, constatou-se que aproximadamente 12 milhões e 900 mil usuários acessaram sites do setor, o que representa 54% do total de pessoas que navegam na rede no País em outubro. Para o fim do ano, a previsão é superar a média de crescimento de 0,5% ao mês, que vem ocorrendo nos últimos meses.

“No ano passado, o mês de dezembro comparado a outubro apresentou um crescimento de 14%, mas talvez esse número aumente em 2008”, diz o analista de mídia do Ibope NetRatings José Calazans.

O crescimento dos acessos e, conseqüentemente, dos valores envolvidos nas transações tem vários fatores. Um deles é a migração de marcas tradicionais que atuavam apenas no varejo físico para a internet, como por exemplo os grupos Wall Mart, Carrefour e Casas Bahia. E nem as empresas bem segmentadas ficam fora dessa tendência. É o caso da AmBev, que acaba de lançar sua loja virtual, a Empório da Cerveja.

“O objetivo é nos aproximar ainda mais do consumidor e oferecer a eles a experiência de marca”, conta a especialista da área de trade marketing da AmBev, Flaviana Rocha. Outro fator importante é a satisfação dos consumidores. Ainda de acordo com a 18ª edição da pesquisa Web Shoppers, de 2001 para 2007, o número de clientes satisfeitos subiu de 78% para 87%. Isso significa que apenas 13,52% dos e-consumers estão insatisfeitos com as lojas virtuais. A internet colaborativa, também conhecida como web 2.0, é um ponto a mais para o comércio eletrônico.

A tendência permite a integração entre as duas partes da transação e possibilita que o site melhore aspectos criticados pelos usuários. A expansão do acesso à banda larga e o aumento da aquisição de bens de consumo pela web por consumidores da classe C também são fatores que prometem contribuir para a contínua expansão do segmento. Então, prepare o bolso e fique de olho na tela.(M.A.)

Fonte: FNDC

comentários
  1. gersonrolim disse:

    Os números levantados pela e-Bit e pela camara-e.net comprovam que, cada vez mais, os consumidores brasileiros estão derrubando os medos e restrições que tinham em fazer suas primeiras compras pela Internet. E a tendência é de crescimento contínuo, já que depois da primeira experiência o internauta percebe quais são as reais vantagens de realizar transações eletrônicas seguras, com melhores preços e mais conforto.

    Parabéns pelo artigo!
    Gerson Rolim
    camara-e.net

    Veja mais em: http://gersonrolim.blogspot.com/

    • agenciavibe disse:

      Muito Obrigado Gerson, são por artigos e números como esses que estamos conseguindo medir a real seriedade do trabalho hoje exposto na internet.

      Tanto de nossa agência a Vibe que tem o total cuidado de trazer para o mundo virtual lojas reais e verdadeiras para que o consumidor se sinta cada vez mais seguro, como empresas como a Ebit e Camara-E.net, vamos cada vez mais trazer a segurança à internet.

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s